Brasão da Freguesia de Carcavelos

Edital nº1079/2013

Brasão, Bandeira e Selo

BRASÃO: escudo de azul, baluarte de ouro assente em faixa de prata, realçado de negro, com duas cárcavas nos flancos; ponta ondada de prata e verde de cinco tiras ondadas, carregada de feixe de raios de ouro; em chefe, caho de uvas de ouro, folhado de prata. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com legenda a negro: «CARCAVELOS-CASCAIS».
BANDEIRA: amarela. Cordão e borlas de outro e azul. Haste e lança de ouro.

SELO: Nos termos da lei, com a legenda: «Junta de Carcavelos-Cascais».

27 de Setembro de 2013 – A Presidente Zilda Costa da Silva

Brasão da Freguesia da Parede

A Heráldica da Freguesia de Parede, foi projectada por António de Sousa Lara e Benjamim Pinto Dinis*, merecendo a seguinte interpretação:

Armas – Azul com um Sol de Ouro em chefe, uma vigia da costa seiscentista de prata e uma parede antiga; denotando ruína de prata à dextra, sobre uns rochedos de negro, saintes de um ondado de cinco faixas, três de prata e duas de azul.Coroa mural de quatro torres em prata.

Bandeira – Amarela (Ouro), por debaixo das armas um liste branco com os dizeres em letras maiúsculas “Vila de Parede”.

Cordões e borlas – Amarelo e Azul

Haste e Lança – Douradas

Selo circular, tendo ao centro as peças das armas sem indicação dos esmaltes.

Quando destinada a cortejo e outras cerimónias, a Bandeira é de seda bordada devendo medir um metro por lado, não incluindo o espaço para as persilhas em que entra a haste. Quando é para arvorar é de filete e terá as dimensões julgadas necessárias (dois panos ou mais).

O Azul indicado para o campo das armas é o esmalte que em heráldica significa o Ar e o Céu, o firmamento. Pela sua pureza, esta cor significa zelo que é rectidão afincada num dever, significa lealdade que é zelo para com uma pessoa e simboliza caridade porque o Azul dá uma sensação de bem estar espiritual, através da serenidade dos seus tons, que lembra o bem estar interior nascido da prática de um bom acto.

O Ouro é o metal que naturalmente indica Sol, representa a luz que ilumina as almas e as inteligências e significa os dons mais altos do espírito: a Fé, a Pureza, a Fortaleza e a Constância. Tudo isto sugere os reflexos esplendorosos do Ouro, o mais precioso dos metais, excelso padrão de riqueza.

A Prata indicada para a vigia e parede antiga é o metal que na heráldica denota humildade e simboliza a paz e o descanso. O negro indicado para os rochedos representa a terra e significa firmeza e honestidade, qualidades que através dos séculos sempre têm distinguido os seus naturais. E assim, com esta constituição, ficam respeitadas e bem simbolizadas as armas, a história, a vida e a índole dos naturais de Parede”.

António de Sousa Lara e Benjamim Pinto Dinis, “Projecto de Heráldica Autárquica” Sep. do Arquivo de Cascais nº4, Boletim Cultural do Município, Câmara Municipal de Cascais, Cascais, 1982, pp 20-21